Papa conversa com 400 crianças italianas de cidades afetadas por terremotos

Cidade do Vaticano, 3 jun (EFE).- O papa Francisco conversou neste sábado no Vaticano com cerca de 400 crianças procedentes de diversas localidades do centro da Itália que nos últimos meses foram afetadas pelos diversos terremotos que ocorreram no país.

O ato faz parte do projeto conhecido como "O trem das crianças", uma iniciativa impulsionada pela organização Cortile dei Gentili, uma estrutura do Conselho Pontifício da Cultura, que leva crianças ao Vaticano para que possam conhecer e conversar com o papa.

Nesta V edição, as crianças procediam de localidades como Norcia, Cascia, Accumoli, Amatrice, Arquata del Tronto e Acquasanta Terme, situadas nas regiões de Murcho, As Marcas e Sombria, zonas que apresentam severos danos como consequência dos movimentos telúricos que ocorreram desde agosto de 2016 no país.

As crianças chegaram ao Vaticano durante a manhã e foram recebidas pela Associação "Sport Senza Frontiere" e pela orquestra Maré do Amanhã, cujos músicos procedem de uma favela do Rio de Janeiro.

Depois, foram à Sala Paulo VI para manter o encontro com o papa Francisco, a quem entregaram desenhos que tinham pintado nos seus colégios.

Mas antes, posaram para uma foto em grupo e lançaram vários balões brancos ao ar em memória das vítimas dos terremotos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos