Polícia britânica prende 17º suspeito de ligação com atentado em Manchester

Londres, 3 jun (EFE).- A polícia do Reino Unido prendeu um homem de 24 anos, que teria relação com o atentado ocorrido em Manchester, no último dia 22 de maio, durante o show da cantora pop Ariana Grande, de acordo com informações divulgadas neste sábado pelas forças de segurança.

A nova prisão ocorreu ontem à noite, na região de Rusholme, sob a suspeita que esse homem tenha cometido crimes de terrorismo, segundo um comunicado divulgado hoje pela polícia de Manchester.

Se trata do 17º suspeito detido pelo possível envolvimento no atentado, que matou 22 pessoas, quando um terrorista suicida detonou uma bomba caseira ao final do show, na Manchester Arena.

A prisão aconteceu depois que a polícia isolou ontem uma região da cidade, após ter localizado um veículo considerado "significativo" para a investigação.

Desde o ataque, seis pessoas foram liberadas sem acusações pelos agentes.

Onze homens com idades entre 18 e 44 anos continuam atualmente sob custódia policial pela sua possível ligação com o atentado terrorista.

A polícia suspeita que o autor do ataque, Salman Abedi, de 22 anos, nascido no Reino Unido de origem líbia, pertencesse a uma célula terrorista maior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos