Polícia investiga aparição de panfletos do KKK em cidade do Texas

Austin (EUA), 2 jun (EFE).- O Departamento de Polícia do Texas City, localizada no Condado de Galveston, no Texas (Estados Unidos), investiga a aparição de numerosos folhetos do Ku Klux Klan (KKK) nos quintais das residências da cidade.

Segundo as autoridades locais, os panfletos incluem os passos para se juntar a este grupo de extrema direita, que promove principalmente a xenofobia, assim como a supremacia da raça branca, a homofobia, o antissemitismo, o racismo e o anticomunismo.

Os supostos membros do KKK jogaram os folhetos dentro de bolsas plásticas com pesos e velas, um patrão habitual usado pelo grupo, segundo afirmou o jornal local "The Daily News", do Condado de Galveston.

"O KKK nunca deixou de recrutar", disse à Agência Efe, FJ Jones, presidente da Coalizão de Democratas Afro-americanos do Texas do Condado de Brazoria, lamentando que este não será o último ato dos próximos meses.

"Há várias cidades da região - Brazoria é um condado perto de Houston e vizinho de Galveston - que são bem conhecidas pela atividade do Ku Klux Klan e sua busca por novos filiados", denunciou.

A presidenta da coalizão pediu aos policiais que se esforcem para encontrar os responsáveis por esses atos.

No entanto, a União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU, sigla em inglês), principal organização de direitos civis do país, afirmou à Efe que não tem conhecimento de atividades parecidas no estado do Texas.

Outras comunidades em estados como a Pensilvânia, Califórnia, Kansas e Nova Jersey também relataram incidentes semelhantes nos últimos tempos, enquanto que moradores de Augusta (Maine) denunciaram ter encontrado panfletos nas suas casas no mês de fevereiro, segundo o "The Daily News".

A este respeito, Robert Williams, um negro do Condado de Brazoria, denunciou que o clima politico a nível nacional "parece ter dado permissão" a organizações como o KKK e movimentos como o Alt-Right para expandir as suas atividades sem medo.

"Para a maioria dos negros estas ações são simplesmente um complemento das formas mais sutis de racismo que sofremos regularmente", lamentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos