Embaixador americano elogia prefeito de Londres após mensagem de Trump

Washington, 4 jun (EFE).- O embaixador dos Estados Unidos no Reino Unido, Lewis Lukens, elogiou neste domingo o prefeito de Londres, Sadiq Khan, após a mensagem em tom crítica postada pelo presidente americano Donald Trump no Twitter.

"Quero elogiar a forte liderança do prefeito de Londres, ao mesmo tempo em que guia a cidade para frente, após este desprezível ataque", afirmou o diplomata.

Ontem, Trump criticou o prefeito de Londres, com quem já mantinha uma relação conturbada, por dizer que "não há razão para se alarmar" após o ataque. O presidente ainda afirmou que é preciso "deixar de ser politicamente correto e dedicar o trabalho à segurança da nossa gente. Se não formos inteligentes, vai piorar".

Sadiq Khan, segundo afirmou um de seus porta-vozes, havia tentado transmitir calma, ao pedir em mensagem oficial, transmitida pela emissora britânica "BBC", que moradores e turistas não se alarmassem pela presença de policiais armados adicionais nas ruas nos próximoas dias.

Segundo a equipe do prefeito de Londres, Trump "tirou de contexto de maneira deliberada" as declarações sobre a ação terrorista, que deixou sete mortos e 48 feridos.

Lukens, que assumiu a embaixada pela falta de um substituto nomeado pelo novo governo americano, afirmou que a "resposta dos serviços de emergência e polícia e dos funcionários da prefeitura foi extraordinária".

Trump também foi criticado nos EUA por pedir um novo veto migratório, após o atentado deste sábado na capital britânica. O senador democrata Mark Warner afirmou em entrevista que a sugestão, para "acrescentar um novo nível de segurança", é a mesma definição discriminatória aos muçulmanos que a justiça negou duas vezes.

Por meio de ordens executivas, Trump ordenou suspender as entradas de cidadão de vários países de maioria muçulmana, algo que foi rejeitado nos tribunais americanos.

A senadora republicana Susan Collins afirmou que "veto migratório" não é adequado e já foi rejeitado, mas considerou que é necessário aumentar o controle de pessoas vindas de países com histórico de terrorismo justificado pelo islamismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos