Inteligência afegã conseguiu prender um dos insurgentes que atacaram funeral

Cabul, 4 jun (EFE).- A principal agência de inteligência do Afeganistão, o Diretório Nacional de Segurança (NDS), anunciou neste domingo que deteve ontem, antes que pudesse sacrificar-se, um dos insurgentes que atacaram um funeral em Cabul, onde morreram seis pessoas e outras 87 ficaram feridas.

"O Diretório Nacional de Segurança conseguiu deter com vida um agressor suicida fracassado na cerimônia funerária por Salim Ezadyar", um manifestante que morreu durante um protesto na sexta-feira e cujo funeral foi atacado ontem, indicou o NDS em seu perfil oficial do Facebook.

O diretor de Assuntos Públicos do órgão de inteligência, Ahmad Tasal, confirmou à Agência Efe que a detenção aconteceu ontem no local do ataque, no oeste da capital afegã, onde três dos seus companheiros conseguiram sacrificar-se para cometer o atentado.

A agência também deteve ontem à noite outros 12 insurgentes que planejavam atentados em vários pontos da cidade, acrescentou a fonte.

O Centro Governamental de Informação e Imprensa da Afeganistão, por sua parte, afirmou em sua conta do Twitter que o suicida detido tinha sido treinado em uma escola muçulmana ou islâmica da cidade paquistanesa de Quetta, próxima à fronteira com o Afeganistão e onde se acredita que abriga-se boa parte da cúpula talibã.

O ataque de ontem contra o funeral aconteceu quando encontravam-se no local o chefe do governo afegão, Abdullah Abdullah, e o ministro de Relações Exteriores, Salahuddin Rabbani.

Esse foi o segundo atentado de envergadura registrado na capital afegã desde a quarta-feira passada, quando a explosão de um carro-bomba deixou 90 mortos e 463 feridos.

O ataque de quatro dias atrás, que ainda não foi reivindicado por nenhum grupo insurgente, foi um dos mais sangrentos desde a invasão americana em 2001 e na sexta-feira provocou protestos violentos que se saldaram com cinco mortos e dez feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos