Itália condena atentado no Reino Unido e pede unidade contra o terrorismo

Roma, 4 jun (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, condenou neste domingo os atentados registrados no sábado no Reino Unido, nos quais morreram pelo menos seis pessoas, e defendeu a unidade da comunidade internacional para combater o terrorismo.

"Solidariedade com o Governo britânico e esforço comum contra o terrorismo. Unamo-nos na lembrança das vítimas", escreveu Gentiloni em mensagem no Twitter.

O ministro de Assuntos Exteriores italiano, Angelino Alfano, também enviou uma mensagem de pêsames na mesma rede social.

"Estamos unidos na dor aos familiares das vítimas e aos feridos nestes terríveis atos de violência em Londres. Vocês não estão sozinhos!", afirmou Alfano, líder do conservador Novo Centro-Direita e parceiro do Partido Democrata, atualmente no governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos