Nova York amplia segurança em locais movimentados após ataques em Londres

Nova York, 4 jun (EFE).- As autoridades de Nova York ampliaram as medidas de segurança em locais movimentados como aeroportos, pontes, túneis e sistemas de transporte público após o ataque terrorista que deixou sete mortos e 48 feridos neste sábado em Londres.

Em um comunicado, o governador Andrew Cuomo declarou que os agentes da polícia estadual, em contato com os corpos locais e federais, redobrarão suas patrulhas nestes locais destacados ainda que não exista uma ameaça concreta na área.

A polícia local de Nova York disse ontem à noite em sua conta no Twitter que não há "ameaças específicas nem críveis" para a cidade.

"Os polícias os estão protegendo. As nossas orações estão com todos em Londres", acrescentou a mensagem na rede social.

Na mesma linha, o Departamento de Contraterrorismo da polícia local indicou que, apesar de que não existirem ameaças em Nova York, a sua equipe de emergência está "presente em lugares muito transitados".

"Não se alarmem por uma maior presença policial na cidade esta noite. A polícia local está presente em áreas de tráfego intenso", reiterou o prefeito da cidade, Bill de Blasio.

Tanto o governador Cuomo como De Blasio condenaram os ataques em Londres e expressaram seu apoio aos cidadãos britânicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos