ONU condena ataque terrorista em Londres e pede esforço internacional

E

  • Daniel Sorabji/AFP Photo

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, condenou com firmeza neste domingo o ataque terrorista que deixou sete mortos e 48 feridos em Londres e pediu esforço internacional para localizar os terroristas.

O português manifestou o desejo de que os "responsáveis por esta violência injustificada sejam encontrados rapidamente e levados diante à justiça", disse o porta-voz do secretário-geral, Stephane Dujarric, por meio de comunicado.

Além disso, Guterres se solidarizou com todos os cidadãos do Reino Unido, "na luta contra o terrorismo e o extremismo violento".

Segundo o texto, esse esforço "obriga a comunidade internacional a unir esforços para levar à justiça os que utilizam táticas inumanas, ao mesmo tempo que se protege e promove os valores fundamentais, direitos e princípios, que os terroristas tentam debilitar".

O diplomata expressou condolências as famílias dos sete mortos no atentado e desejou pronta recuperação aos 48 feridos, dos quais, 36 seguem hospitalizados e 21 em estado crítico.

Esta é a terceira investigação a ato terrorista de grande porte realizada pelas forças de segurança britânicas em apenas três meses, após ataque em frente ao Parlamento, que deixou cinco mortos, e o atentado em Manchester há duas semanas, com 22 vítimas.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos