Astana-5 estudará implementação de zonas de segurança na Síria

Astana, 5 jun (EFE).- A quinta rodada de negociações de Astana sobre o conflito na Síria, convocada para 12 e 13 de junho, deve determinar a implementação das zonas de segurança, disse nesta segunda-feira o ministro cazaque de Assuntos Exteriores, Kairat Abdrahmanov.

"Durante a anterior reunião de maio, os Estados fiadores - Rússia, Turquia e Irã - assinaram um memorando pelo qual foram estabelecidas quatro zonas seguras no território da República Árabe da Síria", explicou Abdrahmanov.

"Tal e como informaram representantes dos países fiadores, durante a seguinte rodada do processo de Astana está previsto que se especifique a implementação do mencionado memorando", acrescentou.

Este acordo pretende proteger a população civil e rebaixar a tensão entre os rebeldes e as forças governamentais.

Segundo o ministro cazaque, a agenda de Astana-5, bem como os países participantes desta, ainda são desconhecidos.

"Os nossos parceiros russos nos informaram que vão convidar os seus parceiros a se reunirem em Astana de 12 a 13 de junho. Nos próximos dias os Estados fiadores devem nos informar sobre a agenda deste encontro e os presentes", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos