EUA doam armas às Filipinas para combate a grupo ligado ao EI no sul do país

Zamboanga (Filipinas), 5 jun (EFE).- Os Estados Unidos entregaram nesta segunda-feira às Forças Armadas das Filipinas um lote de armamento especial para o combate aos jihadistas vinculados ao grupo Estado Islâmico que atacaram a cidade de Marawi, no sul do país.

"O armamento melhorará as capacidades de resposta ao terrorismo das Filipinas e ajudará a proteger as tropas que participam ativamente em operações de contraterrorismo no sul", declarou a embaixada dos EUA em Manila em comunicado.

As Forças Armadas das Filipinas confirmaram que entregarão as armas aos soldados que estão lutando há 13 dias contra membros do Grupo Maute, uma guerrilha local vinculada ao Estado Islâmico, e outros jihadistas em Marawi.

Os rebeldes tomaram parcialmente a cidade no dia 23 de maio, colocando fogo em vários imóveis, entre eles uma igreja, uma escola e uma prisão. Civis foram capturados como reféns, e bandeiras pretas do Estado Islâmico foram espalhadas pela região.

As Forças Armadas recuperaram a maior parte da cidade nos primeiros dias, mas, desde então, tentam sem sucesso expulsar os jihadistas de três bairros do centro da cidade.

A doação chega depois de o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ter criticado a entrega de equipamentos militares de segunda mão por parte dos EUA, garantindo que não os aceitaria mais.

As críticas deram resultado, e o lote entregue desta vez por Washington é composto exclusivamente de armas novas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos