EI reivindica autoria de ataques a parlamento e mausoléu de Khomeini no Irã

(Atualiza com informações sobre a divulgação de um vídeo).

Cairo, 7 jun (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta quarta-feira a autoria do ataque contra o parlamento do Irã e o atentado suicida no mausoléu do aiatolá Ruhollah Khomeini através da sua agência de notícias, "Amaq", nos quais pelo menos 8 pessoas morreram.

Os dois ataques foram realizados por "combatentes" do grupo jihadista, segundo a "Amaq", que entrevistou "uma fonte de segurança" do EI.

Em um segundo comunicado, a agência afirmou que o atentado contra o mausoléu de Khomeini foi cometido por dois suicidas que portavam coletes com explosivos.

A "Amaq" também publicou um vídeo, que teria sido supostamente filmado em um gabinete do parlamento, em que é possível ver um homem armado e uma pessoa morta, com ferimento de bala, estendida de bruços no chão.

A agência vinculada ao EI fez uma cobertura "ao vivo", algo pouco usual, do ataque e publicou três notas sobre o fato, incluindo uma que informava que o ataque não tinha terminado, além do vídeo.

Pelo menos sete pessoas morreram nesta quarta-feira por disparos de homens armados que invadiram o parlamento iraniano, no centro de Teerã, e tomaram vários reféns, segundo fontes parlamentares citadas pelas agências semioficiais "ILNA" e "Tasnim".

Um dos terroristas que participaram da ação contra o parlamento do Irã, que durou mais de duas horas, detonou os explosivos que carregava em seu corpo, segundo a televisão estatal iraniana.

Pouco depois do início do ataque ao parlamento, um ataque parecido ocorreu no pátio do mausoléu de Khomeini, no sul da capital, onde pelo menos uma pessoa morreu e outros quatro peregrinos ficaram feridos, segundo a agência "Tasnim".

Esses ataques são totalmente incomuns no Irã e as autoridades reforçaram as medidas de segurança em torno de edifícios oficiais como a sede da presidência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos