Forças de segurança põe fim a ataque ao Parlamento iraniano

Teerã, 7 jun (EFE).- As forças de segurança iranianas deram por finalizado nesta quarta-feira, após quase cinco horas, o ataque ao Parlamento iraniano realizado por quatro terroristas, que deixou vários mortos e feridos, e que foi reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Três agressores foram mortos e um se matou, segundo a televisão estatal, que confirmou, além disso, que a situação está sob controle no mausoléu do imã Khomeini.

O número de vítimas ainda não são oficiais mas, segundo várias agências iranianas, seriam oito mortos, sete no Parlamento e um no mausoléu, e dezenas de feridos.

As operações de segurança se prologaram devido ao grande número de civis retidos na sede parlamentar, situada no centro de Teerã.

As ruas que dão acesso à assembleia estão totalmente bloqueadas pela polícia, que impede a passagem até aos jornalistas, segundo a Agência Efe pôde constatar.

Os dois atentados, nos quais foram usados fuzis Kalashnikov, pistolas e explosivos, foram reivindicados pelo jihadista Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos