Governo iraniano diz que ataques "fortalecem ainda mais" o país

Ancara, 7 jun (EFE). - O ministro de Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, afirmou nesta quarta-feira em Ancara, na Turquia, que os ataques terroristas que deixaram 12 mortos hoje em Teerã "fortalecem ainda mais" ao país.

"Este ataque terrorista contra o nosso povo nos fortalece ainda mais", disse Zarif, ao chegar em Ancara, onde se reunirá com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

O ministro, que está na Turquia para tratar da crise do Catar, disse que está a região do Oriente Médio está vivendo "uma evolução preocupante".

"Temos que debater pontos de vista com a Turquia sobre estes temas", afirmou o chefe da diplomacia iraniana.

Segundo a agência turca "Anadolu", o encontro foi um pedido do Irã, Estado que, da mesma forma que a Turquia, mantém boas relações com o Catar e condenou as sanções impostas a esse país.

Erdogan já havia rejeitado ontem as sanções que Arábia Saudita, Bahrein, Emirados, Iêmen, Egito e Maldivas impuseram contra o Catar, acusado de apoiar o terrorismo e de desestabilizar o Oriente Médio. Ele afirmou que a acusação é "muito grave" e "difícil de acreditar" e atribuiu o repentino surgimento da crise a um obscuro "jogo" político.

Durante o período em que ficará na Turquia, Zarif também deve se reunir com o ministro de Relações Exteriores turco, Mevlüt Çavusoglu. Os dois já tiveram uma conversa por telefone após o anúncio das sanções.

Segundo jornais turcos, o Catar solicitou ao Irã e à Turquia o fornecimento de água e alimentos perante a decisão da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes, seus principais fornecedores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos