Polícia confirma que número de mortos em atentados em Londres subiu para 8

Londres, 7 jun (EFE).- A polícia do Reino Unido confirmou nesta quarta-feira que o número total de mortos nos ataques cometidos no sábado na Ponte de Londres (London Bridge) e no mercado de Borough subiu para oito.

A Scotland Yard (Met, polícia metropolitana de Londres) informou este número após encontrar o corpo no rio Tâmisa, ao leste da cidade, do francês Xavier Thomas, de 45 anos e que estava desaparecido desde o ataque.

Os depoimentos recolhidos pela polícia sugerem que Thomas provavelmente foi atingido pelo veículo que os terroristas lançaram contra os pedestres na Ponte de Londres e caiu no rio.

As autoridades britânicas ainda não puderam confirmar o que aconteceu com o cidadão espanhol Ignacio Echeverría, de 39 anos.

Echeverría foi visto pela última vez na área da Ponte de Londres, de acordo com sua família.

O espanhol estava patinando perto do local de um dos ataques com vários amigos quando presenciou um agressor avançando contra uma mulher.

As forças da ordem não confirmaram por enquanto a identidade de todos os mortos, a maioria estrangeiros.

As vítimas mortais que tiveram suas identidades divulgadas são, além de Xavier Thomas, a canadense Christine Archibald, o britânico James McMullan e as australianas Kirsty Boden e Sara Zelanak.

No total, 29 pessoas permanecem hospitalizadas, das quais dez estão em estado crítico, segundo as autoridades.

O atentado foi cometido por três homens que atropelaram com uma caminhonete os pedestres na Ponte de Londres antes de esfaquearem outras pessoas que estavam no mercado gastronômico de Borough.

Pouco depois, os três terroristas foram abatidos por agentes armados e foram identificados como Youssef Zaghba, um italiano nascido no Marrocos; Kuram Butt, que nasceu no Paquistão, mas foi criado no Reino Unido; e Rachid Redouane, de origem líbia e marroquina, segundo a Scotland Yard.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos