Putin apoia Rohani após ataques no Parlamento do Irã

Moscou, 7 jun (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, enviou nesta quarta-feira uma mensagem ao seu colega iraniano, Hassan Rohani, para expressar suas condolências após os ataques no país que deixaram pelo menos 12 mortos e quase 40 feridos, informou o Kremlin.

"O chefe do Estado russo condena categoricamente estes crimes, que demonstram uma vez mais a necessidade de reforçar a cooperação internacional na luta contra o terror e confirma a disposição da Rússia para prosseguir com ações conjuntas com os parceiros iranianos nesta direção", diz a mensagem do líder russo, citada pelo seu serviço de imprensa.

"Vladimir Putin expressa seus pêsames e apoio aos familiares das vítimas e deseja uma pronta recuperação aos feridos", acrescenta a nota oficial.

O ministro de Assuntos Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, afirmou ao comentar os ataques em Teerã que os terroristas não se rendem apesar dos esforços da comunidade internacional para combatê-los.

"O fato de que os terroristas não baixam a guarda é confirmado praticamente diariamente, a julgar, por exemplo, pelos atentados em Teerã, cuja autoria foi reivindicada pelo Estado Islâmico", disse Lavrov sobre o grupo jihadista.

O chefe da diplomacia russa acrescentou que Moscou não pensa em deixar de apoiar o compromisso iraniano na luta antiterrorista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos