Tribunal peruano ordena liberdade a governador envolvido em caso Odebrecht

Lima, 7 jun (EFE).- O governador regional de Callao afastado do cargo, Félix Moreno, deixará a prisão onde está desde abril após a denúncia de ter recebido subornos da Odebrecht, por decisão de um Tribunal peruano que anulou sua detenção preventiva, segundo informaram nesta quarta-feira os meios locais.

Moreno foi preso após uma ordem de detenção que tinha duração de 18 meses enquanto é investigado por supostamente ter recebido US$ 4 milhões em subornos da Odebrecht para a concessão da construção de uma rodovia na Costa Verde.

A Primeira Corte de Apelação Penal revogou a detenção, segundo informou hoje o diário "El Comercio", e ordenou que siga o processo em comparecimento restritivo, com a imposição de um caução de 100 mil sóis (US$ 30 mil) e comparecer ao tribunal a cada 30 dias.

Além disso, está proibida sua comunicação com o empresário israelense Gil Shavit, que se acolheu à colaboração efetiva e confirmou à Promotoria a entrega do suborno da Odebrecht, e com os funcionários regionais Anteno Milian Díaz, Alexis Camero Alvinagorta e Nancy Milagros Suito Meza, a cargo do processo de concessão da obra outorgada à construtora.

A Corte de apelação tomou esta medida ao considerar que não existe evidência de que Moreno, na sua qualidade de máxima autoridade regional, tenha influenciado sobre os seus funcionários, bem como outros elementos que corroborem as declarações de Shavit.

A Promotoria acusa Shavit dos delitos de tráfico de influências e lavagem de dinheiro ao supostamente ter recebido parte do suborno pago pela Odebrecht para vencer a licitação da Costa Verde do Callao, uma rodovia que percorre a linha costeira dessa cidade divisória a Lima.

Segundo a Promotoria, a Odebrecht pagou supostamente um suborno de US$ 4 milhões, sendo que 60% ficou com Moreno e o 40% restante foi para Shavit.

A construtora Odebrecht admitiu o pagamento de US$ 29 milhões em subornos no Peru para a concessão de obras entre 2005 e 2014, um período que compreende os Governos de Alejandro Toledo, Alan García e Ollanta Humala.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos