Missão da ONU na Colômbia confirma que as Farc entregaram 30% do armamento

Bogotá, 8 jun (EFE).- A missão da ONU na Colômbia confirmou nesta quinta-feira que as Farc já entregaram 2,3 mil armas, o que equivale a 30% do armamento que o grupo guerrilheiro tinha em seu poder antes de assinar o tratado de paz com o Governo.

"Em conformidade com este acordo, a Missão tem agora nos seus containers um total de 2,3 mil armas, ou seja, um pouco mais de 30% das armas atualmente registradas e identificadas pela Missão da ONU nos acampamentos das FARC-EP", apontou o organismo em um comunicado.

A Missão também expressou seu "forte respaldo" ao processo de entrega de armas e às medidas tomadas pelo Governo de acordo com o roteiro, que "constituem um acontecimento maior que demonstra a vontade das partes de responder às esperanças geradas na Colômbia e na comunidade internacional pela assinatura do acordo de paz em novembro do ano passado".

A entrega das armas, segundo a Missão da ONU, foi cumprida nas 19 Zonas Veredais Transitórias de Normalização (ZVTN) e nos sete pontos transitórios de normalização (PTN) onde estão reunidos os guerrilheiros na transição à vida civil.

A informação acrescenta que ontem funcionários da Missão da ONU na Colômbia e do Escritório do Alto Comissionado para a Paz entregaram certificados e credenciamentos que permitem aos membros das Farc iniciar formalmente a reincorporação à vida civil após a entrega das armas.

O máximo líder das Farc, Rodrigo Londoño, conhecido como "Timochenko", afirmou na quarta-feira que já entregou à Missão das Nações Unidas 30% do armamento que o grupo tinha em seu poder.

Há uma semana, o Governo e as Farc acordaram estender até 20 de junho a entrega das armas da guerrilha, que inicialmente devia ter terminado em 29 de maio, devido aos atrasos no processo de implementação do acordo por diferentes motivos.

Na ZVTN de Caño Indio, situada no departamento de Norte de Santander, fronteiriço com a Venezuela, à qual chegou em 27 de maio, "Timochenko" fez um pequeno ato que foi divulgado pela agência NC Notícias, vinculada às Farc.

"Foi estabelecido que as Nações Unidas receberão armamento, o depositarão nos containers e certificarão a entrega de armas de cada um dos integrantes das Farc", afirmou "Timochenko".

No vídeo, "Timochenko" explica que a entrega das armas terminará com outra entrega de 30% em 14 de junho e uma última em 20 de junho com os outros 40% restantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos