Polícia paraguaia localiza corpos de irmãs mortas em cidade fronteiriça

Assunção, 8 jun (EFE).- A polícia paraguaia encontrou nesta quinta-feira os corpos de duas irmãs sequestradas ontem em Pedro Juan Caballero (fronteira com o Brasil), um crime que pode estar vinculado com o narcotráfico, informou à Agência Efe Víctor López, chefe de Investigação de Delitos da cidade fronteiriça.

As mulheres, de 28 e 23 anos de idade, foram sequestradas quando estavam em casa na cidade Pedro Juan Caballero na tarde da quarta-feira por um grupo de quatro homens armados.

Os homens viajavam supostamente no mesmo veículo em que horas depois foram achados os corpos de ambas irmãs, que foram decapitadas.

López explicou que foram encontrados pés de maconha na casa de onde as irmãs foram sequestradas, e também no veículo estacionado diante do imóvel, por isso os investigadores presumem que ambas se dedicavam à venda de entorpecentes.

A polícia suspeita que os namorados de ambas irmãs mantinham vínculos com o narcotráfico, e detalhou que o companheiro de uma delas foi assassinado por um disparo em 2012 no Brasil, enquanto o companheiro da outra irmã está preso no Brasil, na cidade Dourados, no Mato Grosso do Sul.

López também não descartou um possível vínculo do crime com grupos brasileiros dedicados ao tráfico, entre eles o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Comando Vermelho (CV).

As cidades fronteiriças entre Paraguai e Brasil são as principais rotas regionais para o tráfico de cocaína e maconha, segundo as autoridades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos