Advogado de Trump deve apresentar queixa contra Comey por vazamento

Washington, 9 jun (EFE).- Marc Kasowitz, advogado pessoal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pretende apresentar uma queixa formal ao Departamento de Justiça pelos vazamentos realizados pelo ex-diretor do FBI James Comey à imprensa, informou a emissora "CNN" nesta sexta-feira.

Comey revelou ontem durante uma audiência no Senado que enviou anotações pessoais de seus diálogos com o presidente para um amigo advogado, que repassou as informações a jornalistas. O vazamento ocorreu depois de o ex-diretor do FBI ter sido demitido do cargo.

A queixa será apresentada ao Inspetor-Geral do Departamento de Justiça e focará em denunciar o fato de Comey ter admitido o vazamento. Nos memorandos, o ex-diretor do FBI afirma que Trump exigiu sua lealdade e sugeriu que ele abandonasse a investigação do seu ex-assessor de Segurança Nacional Michael Flynn.

Em seu primeiro tweet após o esperado depoimento de Comey no Comitê de Inteligência do Senado, Trump chamou o ex-diretor do FBI de "vazador". ""Apesar de tantos falsos testemunhos e mentiras, total e completa justificação... e Oh, Comey é um vazador", escreveu o presidente nas redes sociais.

Comey disse ontem que suas anotações particulares não eram classificadas como secretas.

Em uma declaração lida após o testemunho de Comey, Kasowitz destacou que o ex-diretor do FBI tinha vazado informações não autorizadas de maneira "unilateral" e recomendou que as autoridades tomem medidas sobre o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos