Deputada conservadora diz que Theresa May deve considerar sua renúncia

Londres, 9 jun (EFE).- A deputada do Partido Conservador, Anna Soubry, afirmou nesta sexta-feira que a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, da mesma formação, deve considerar sua renúncia, diante da esperada queda em cadeiras dos "tories" nas eleições gerais.

Questionada sobre a possibilidade de May renunciar, Anna disse à "BBC": "É uma questão para ela. É ruim. Eu acredito que ela está em uma posição muito difícil e necessita considerar sua posição. Esta é uma noite terrível".

Segundo as projeções da imprensa britânica, com base nas pesquisas boca de urna, o Partido Conservador não conseguirá revalidar a maioria absoluta que tinha até agora na Câmara dos Comuns.

A pesquisa divulgada minutos após o fechamento dos colégios, dá 314 cadeiras para os conservadores, abaixo dos 326 necessários para a maioria absoluta.

Com 602 circunscrições das 650 apuradas, o Partido Conservador obtém 289 cadeiras, contra 248 do Partido Trabalhista.

Em um discurso após revalidar seu assento pela circunscrição de Maidenhead, no sul da Inglaterra, a primeira-ministra afirmou que corresponde ao seu partido proporcionar a "estabilidade" ao Reino Unido, que enfrenta nos próximos meses as negociações com Bruxelas para abandonar a União Europeia (UE).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos