Papa Francisco condena "graves" atentados de Teerã

Roma, 9 jun (EFE).- O papa Francisco condenou os atentados "graves e sem sentido" perpetrados em 7 de junho contra o Parlamento e o mausoléu do Aiatolá Ruhollah Khomeini em Teerã (Irã), reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), informou nesta sexta-feira a Santa Sé.

O papa Francisco se expressou nestes termos em uma mensagem assinada, como é habitual, pelo secretário de Estado vaticano, o cardeal Pietro Parolin.

Na mensagem, o papa "envia suas sentidas condolências a todos os afetados no bárbaro ataque em Teerã e lamenta este grave e sem sentido ato de violência".

Os atentados contra o Parlamento e o mausoléu do Aiatolá Ruhollah Khomeini deixaram 17 mortos e 50 feridos e foram os primeiros no Irã reivindicados pelo EI, que tinha ameaçado em várias ocasiões a potência xiita.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos