Trump acusa Comey de "vazador" e de mentir após audiência no Senado

Washington, 9 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atacou nesta sexta-feira de novo o ex-diretor do FBI James Comey, ao qual acusou de dizer "mentiras", qualificando-o de "vazador" de informação.

"Apesar de tantos falsos testemunhos e mentiras, total e completa justificação... e Oh, Comey é um vazador" de informação, assegurou Trump na sua conta do Twitter.

Esta é a primeira reação de Trump à audiência de ontem no Senado do ex-diretor do FBI, que acusou o presidente de dizer "simples e ingenuamente mentiras" sobre as razões de sua demissão no dia 9 de maio.

Segundo a imprensa americana, Trump passou o dia de ontem com seu advogado pessoal, Marc Kasowitz, e com o secretário de Defesa, James Mattis, um dos membros do seu gabinete da sua maior confiança.

Apesar de alguns dos seus assessores temerem que reagisse a Comey enquanto este falava, Trump se manteve ocupado com vários eventos e reuniões e só viu 45 minutos de uma audiência de duas horas e meia, segundo o jornal "The New York Times".

Comey disse em seu pronunciamento, muito esperado em Washington, que Trump lhe pediu "lealdade" e lhe pediu, segundo a sua opinião, que abandonasse a investigação do ex-assessor nacional de inteligência Michael Flynn, que se viu obrigado a pedir demissão por ocultar ao vice-presidente, Mike Pence, o conteúdo dos seus contatos com a Rússia.

Esta é a primeira vez que Trump menciona Comey no Twitter desde que, poucos dias depois de demiti-lo, o ameaçou em tornar públicas "fitas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos