Trump conversa com presidente egípcio e pede "união" entre países árabes

Washington, 9 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conversou por telefone nesta sexta-feira com o presidente do Egito, Abdel Fatah al Sisi, para lhe pedir que mantenha a "união entre países árabes" em plena crise pelo isolamento imposto ao Catar.

"Os dois presidentes se mostraram de acordo quanto à importância de que todos os países implementem os acordos alcançados em Riad para combater o terrorismo, em contraterrorismo e para conter os grupos que financiam terroristas", disse a Casa Branca em um comunicado.

"O presidente (Trump) enfatizou a importância de manter a união entre os países árabes", acrescentou a nota.

Trump pediu em maio, durante a cúpula árabe-islâmica e americana de Riad, a mais de 50 líderes árabes e muçulmanos, para que trabalhem para erradicar o terrorismo.

Após essa visita, nações árabes lideradas por Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes e Bahrein acusaram o Catar de promover o terrorismo e colaborar com o Irã para justificar a imposiçâo de um embargo.

A ligação de Trump aconteceu no mesmo dia em que seu secretário de Estado, Rex Tillerson, pediu que o bloqueio imposto ao Catar seja "suavizado", por estar afetando a luta contra o Estado Islâmico (EI) e as operações militares americanas.

Após o anúncio da ruptura de laços diplomáticos com o Catar na segunda-feira, Trump recorreu ao Twitter para apontar o país como um grande financiador do terrorismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos