Corpo de espanhol assassinado em atentados de Londres chega a Madri

Madri, 10 jun (EFE).- O caixão com o corpo do espanhol Ignacio Echeverría, que morreu há uma semana nos atentados em Londres, chegou neste sábado à Espanha em um avião militar que aterrissou em uma base aérea da capital Madri, onde era aguardado pelo presidente de governo, Mariano Rajoy.

Echeverría, de 39 anos, morreu no dia 3 ao ser "esfaqueado pelas costas" quando tentava socorrer uma mulher que estava sendo atacada pelos três terroristas jihadistas, que deixaram oito mortos e 48 feridos nos atentados cometidos em Londres, segundo consta em sua certidão de óbito.

No avião espanhol, procedente do Reino Unido, viajavam familiares de Echeverría, bem como a diretora-geral de Apoio às Vítimas do Terrorismo da Espanha, Sonia Ramos, e o cônsul da Espanha em Londres, José Riera.

O Conselho de Ministros da Espanha concedeu ontem a Echeverría a Grande Cruz do Mérito Civil a título póstumo, que foi colocada por Rajoy em seu caixão na própria base aérea de Torrejón de Ardoz, segundo confirmaram à Agência Efe fontes do Executivo espanhol.

Ignacio Echeverría, que trabalhava em Londres no banco HSBC, será enterrado amanhã no cemitério madrilenho de Las Rozas, informou a família.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos