Líder conservadora diz que pacto com DUP respeitará os homossexuais

Londres, 10 jun (EFE).- A líder do Partido Conservador na Escócia, Ruth Davisdson, afirmou neste sábado que um pacto de governo com o Partido Democrático Unionista (DUP, sigla em inglês) da Irlanda do Norte, que é contrário ao casamento homossexual, manterá os direitos desse coletivo no conjunto do Reino Unido.

Davidson, que mantém uma relação com uma mulher, disse em uma entrevista à "BBC" que recebeu uma "garantia categórica" a esse respeito por parte da primeira-ministra, Theresa May, que trabalha para forjar um pacto de governo com os norte-irlandeses.

Segundo a líder escocesa, a primeira-ministra lhe assegurou que "se houver qualquer acordo com o DUP, não haverá absolutamente nenhum retrocesso nos direitos dos homossexuais no restante do Reino Unido", afirmou Davidson.

A Irlanda do Norte é a única região do país na qual os homossexuais não podem se casar.

A chefe de governo, que ontem confirmou seus principais ministros em seus cargos, perdeu nas urnas a maioria absoluta que mantinha no parlamento, por isso, agora busca o apoio do DUP para poder governar.

O protestante DUP, que se opõe à unificação desse território com a República da Irlanda, predominantemente católica, também mantém uma visão restritiva sobre o aborto.

A líder do partido, Arlene Foster, se mostrou favorável à saída do Reino Unido da União Europeia (UE), mas se opõe à imposição de uma fronteira "rígida" entre a República da Irlanda e a província britânica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos