Milícias xiitas repelem ataque a oeste de Mossul e matam 17 jihadistas

Mossul (Iraque), 10 jun (EFE).- As milícias Multidão Popular, aliadas ao governo do Iraque, repeliram na madrugada deste sábado um ataque por parte do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no deserto de Ninawa, situado a oeste da cidade de Mossul, e mataram 17 combatentes radicais.

Um porta-voz das milícias, Haidar al Mahmadawi, disse em um comunicado que o EI lançou um "grande ataque" partindo de vários flancos: pelo sudoeste, da comarca de Al Sharqat, no sul, e nas montanhas de Maqhul, onde operam as milícias integradas principalmente por xiitas.

O ataque é "o mais violento dos últimos meses" na região, disse Mahmadawi na nota.

Além disso, o porta-voz garantiu que os milicianos conseguiram fazer frente ao ataque, mataram 17 jihadistas e destruíram cinco veículos bomba utilizados pelos extremistas.

As milícias da Multidão Popular lançaram no dia 12 de maio a segunda fase da ofensiva contra o EI em áreas a oeste da cidade de Mossul e próximas da fronteira com a Síria, no noroeste do Iraque.

As milícias operam nos territórios a oeste de Mossul, enquanto o exército e a polícia lutam contra o EI no interior da cidade, que os jihadistas conquistaram há três anos e foi a localidade mais populosa que o grupo controlou no Iraque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos