Polícia mata atirador descontrolado que assassinou 4 pessoas na Rússia

Moscou, 11 jun (EFE).- A polícia da Rússia matou um homem armado que tinha assassinado quatro pessoas ao atirar indiscriminadamente contra elas de sua casa em Krastovo, uma pequena localidade da região de Moscou, informaram neste domingo as autoridades.

O indivíduo, de aproximadamente 50 anos, se entrincheirou ontem em sua casa após atirar contra os transeuntes e depois conseguiu fugir para uma floresta próxima, de onde continuou disparando e lançando granadas contra a polícia e os efetivos da Guarda Nacional.

O homem tinha disparado com uma escopeta de caça contra os transeuntes, três dos quais morreram na hora, enquanto uma mulher faleceu no hospital, e ateou fogo à residência.

As forças de segurança pediram que ele se entregasse, mas, mesmo ferido, o homem conseguiu fugir para a floresta e ainda feriu quatro policiais, mas acabou sendo morto horas depois.

O atirador, ex-funcionário do Departamento para Situações de Emergência, recuperava armas da Segunda Guerra Mundial nas florestas da região.

Segundo veículos da imprensa russa, o homem tinha conflitos permanentes com seus vizinhos, estava sendo tratado por um psiquiatra e consumia álcool, algo do qual estava terminantemente proibido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos