Filhote de panda nasce em zoológico de Tóquio

Tóquio, 12 jun (EFE). - Um exemplar de panda gigante nasceu nesta segunda-feira no Zoológico de Ueno, em Tóquio (Japão), o primeiro dessa espécie neste zoo em cinco anos, informou a organização do local através de comunicado.

Shin Shin, a mãe, foi vista em várias ocasiões com o panda Ri Ri, no final de fevereiro, mas a gestação só foi descoberta em maio, quando ela começou a mostrar apatia e perda de apetite. Ainda não se sabe o sexo do filhote, que nasceu ao meio-dia (horário local).

O casal, que chegou à China em 2011, já tinha tido uma cria em 2012, a primeira deste zoo em 24 anos, mas o animal teve pneumonia e morreu seis dias depois de nascer.

O panda gigante é uma das espécies mais vulneráveis por conta da dificuldade que tem para se reproduzir, problema derivado da perda de hábitat e da endogamia, e pelo curto período fértil das fêmeas, que é de apenas 36 horas por ano.

Em setembro de 2016, a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) retirou o urso panda da lista de espécies em risco de extinção e o catalogou como espécie "vulnerável".

Conforme a contagem mais recente das autoridades da China, onde vive a maioria dos pandas gigantes em liberdade, o país tem 1.864 exemplares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos