Fuga de presos deixa 11 militares mortos na República Democrática do Congo

Kinshasa, 12 jun (EFE). - Ao todo, 11 militares morreram ontem durante um ataque a uma prisão na cidade de Beni, no nordeste da República Democrática do Congo, e 935 dos 966 presos escaparam, informaram nesta segunda-feira à Agência Efe fontes locais.

De acordo com o líder comunitário de Beni, Joseph Mutamba, rebeldes ugandenses das Forças Aliadas Democráticas (ADF) invadiram a Prisão Central de Kambayi, na província de Nord-Kivu, e mataram 11 funcionários.

"Tudo começou com a incursão de um grupo de pessoas não identificadas que surpreendeu os militares que protegiam a prisão e foi então que os internos conseguiram fugir. Este grupo veio para liberar os amigos das ADF", disse Mutamba.

Policiais disseram que a maioria das detenções feita após o ataque foi de rebeldes das ADF. Os enfrentamentos entre as ADF e o Exército provocam constantes massacres nesta região especialmente volátil do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos