Medina empossa novo ministro para substituir acusado no caso Odebrecht

Santo Domingo, 12 jun (EFE).- O presidente da República Dominicana, Danilo Medina, deu posse nesta segunda-feira Nelson Toca Simó como novo ministro de Indústria, Comércio e MPMEs para substituir Temístocles Montás, que colocou o cargo à disposição depois de ser preso por envolvimento no caso Odebrecht.

Medina nomeou Tocá Simó na última sexta-feira, dois dias depois de Montás ter sido condenado uma prisão preventiva de seis meses. O ex-ministro foi acusado de ter aceitado propinas da Odebrecht para garantir que a empresa vencesse contratos de obras públicas.

O presidente dominicano não se pronunciou sobre as denúncias contra Montás. Em comunicado, a presidência da República Dominicana informou que o novo ministro, arquiteto de formação, era assessor de Planejamento no ministério que passará a comandar.

Um dos principais representantes do governista Partido da Liberdade Dominicana (PLD), Montás foi levado hoje para a prisão de Najayo e cumprirá pena com outros seis acusados, entre eles o líder do Partido Revolucionário Moderno (PRM) e ex-presidente do Senado, Andrés Bautista, maior nome da oposição no país.

As prisões ocorreram pouco depois de a República Dominicana ter recebido do Brasil os dados sobre as propinas pagas pela construtora no país, graças a um acordo entre o Ministério Público e a Odebrecht, que deverá pagar uma multa de US$ 184 milhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos