Xamãs oferecem rituais em Lima para evitar conflito bélico mundial

Lima, 12 jun (EFE).- Um grupo de xamãs, ou curandeiros, realizou nesta segunda-feira um ritual em uma feira artesanal do parque Camnpo de Marte, em Lima (Peru), para pedir paz no mundo e que não ocorra um conflito bélico entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos.

Usando instrumentos, flores e velas, os xamãs colocaram fotos do presidentes dos dois países, Donald Trump e Kim Jong-un, em um altar.

"Temos feito um ritual da paz continental, sobretudo dos Estados Unidos e da Coreia do Norte, porque querem mostrar seu poderio bélico. Podem iniciar uma terceira guerra mundial, e isso não pode acontecer", disse à Agência Efe o xamã Juan Osco.

"Colocamos 'rocoto' (pimenta), incenso, ervas, almas e caveiras porque eles também pedem a paz, que não haja mais mortes desnecessárias", acrescentou o curandeiro.

As fotos também foram coroadas com "a espada do castigo" e receberam um "tratamento espiritual" com essências de plantas e de ervas para "acalmar as iras", segundo Osco.

O ritual também teve como alvo o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, para que tome ciência sobre o melhor para seu povo e "deixe o poder", como exige a oposição no país, assim como para que seja dado um ponto final aos protestos que deixaram dezenas de mortos nas últimas semanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos