Austrália vai compensar imigrantes detidos em centro de Papua

Sydney, 14 jun (EFE).- O Governo da Austrália e os operadores do seu centro para imigrantes da ilha de Manus, em Papua Nova Guiné, fecharam um acordo nesta quarta-feira (data local) para uma compensação aos detidos neste local por danos físicos e psicológicos.

O acordo foi anunciado antes de o Tribunal Supremo do estado australiano de Victoria iniciar o julgamento da ação coletiva apresentada pela firma de direito Slater and Gordon em nome de 1.905 imigrantes detidos em Manus entre 2012 e 2016.

Os detalhes do acordo serão confidenciais e estão sujeitos à aprovação da justiça australiana.

Segundo a rede "ABC", a indenização seria de um total de 70 milhões de dólares australianos (US$ 52,7 milhões), enquanto que especialistas legais calculam que cada demandante receberia US$ 113 mil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos