Grécia inaugura dois novos campos de refugiados

Atenas, 13 jun (EFE).- O ministro de Migração da Grécia, Yannis Muzalas, inaugurou nesta terça-feira, nas localidades de Serres e Drama, no noroeste do país, dois campos de refugiados com capacidade para mais de mil pessoas.

A informação foi divulgada pela Organização Internacional para as Migrações (OIM). Muzalas visitou as instalações acompanhado pelo diretor da OIM na Grécia, Daniel Esdrás, e do coordenador de assistência humanitária da organização, Gianluca Rocco.

"São locais decentes para pessoas que merecem dignidade. Essa dignidade é reflexo do povo grego", disse o ministro.

Tanto o acampamento de Serres, com capacidade para 650 pessoas, como o de Drama, que pode receber 400, foram totalmente remodelados e gerenciados pela OIM, com supervisão do Ministério da Migração.

A própria OIM afirmou que está encarregada de fornecer vários serviços, desde água corrente até apoio psicológico e legal, passando por atividades de lazer e ajuda para integração à comunidade local.

Além disso, diversas organizações humanitárias como o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), Save The Children, Solidarity Now e Cáritas estarão presentes no acampamento para dar assistência médica primária, ajudar na relação com o serviço de pedidos de asilo da Grécia e auxiliar financeiramente os imigrantes que chegam ao país.

Muzalas agradeceu aos habitantes de ambas as localidades pela colaboração para que o projeto saísse adiante e também às forças de segurança e à Comissão Europeia (CE), porque a operação tem feito especialmente com recursos da direção de ajuda humanitária da CE.

"Lembro-me desta região quando chegamos pela primeira vez e a grande ajuda que recebemos da comunidade local nessas condições tão difíceis. Hoje podemos ver mesmo a diferença. Sem o governo local, sem as pessoas, sem o amor das pessoas, sem o esforço do Exército e da Polícia, não poderíamos ter feito isso", disse o ministro.

O governo da Grécia desmantelou no início do mês o acampamento de refugiados do antigo aeroporto de Atenas, um dos primeiros improvisados na capital grega para lidar com a crise migratória e que foi criticado por muitas organizações devido às condições bastante precárias.

Os mais de 600 refugiados que estavam nesse acampamento foram enviados a instalações em melhor situação material.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos