Ataque com tiros nos EUA deixa vários feridos, entre eles um congressista

(Atualiza com novos detalhes e comunicado de Trump).

Washington, 14 jun (EFE). - Várias pessoas ficaram feridas, entre elas o congressista republicano Steve Scalise, durante um ataque com tiros ocorrido nesta quarta-feira na cidade de Alexandria, na Virgínia, a cerca de 15km da capital americana.

O ataque aconteceu, conforme informações preliminares apresentadas por testemunhas e pela Polícia, por volta das 7h (horário local, 8h em Brasília) em um campo de beisebol onde membros do Partido Republicano treinavam para a partida beneficente anual prevista para amanhã.

O chefe da Polícia de Alexandria, Michael Brown, explicou em um breve pronunciamento aos jornalistas que cinco pessoas foram levadas com ferimentos a hospitais próximos, mas não revelou as identidades. O suspeito, um homem branco de meia-idade que usava uma espingarda, segundo testemunhas, foi contido pelas autoridades e também levado a um hospital.

De acordo com várias pessoas que estavam no local, além de Scalise, dois agentes da Polícia do Capitólio e pelo menos dois assessores dos congressistas que participavam do treino também ficaram feridos.

O legislador republicano Mo Brooks estava no treinamento no momento do ataque e relatou à rede de TV "CNN" que o autor da ação usava uma espingarda e disparou "de 50 a 100 vezes". Outra testemunha, o senador republicano Jeff Flake, explicou aos jornalistas que a troca de tiros durou 10 minutos e que Scalise, depois de aparentemente ser atingido no quadril, se arrastou por alguns metros para se salvar.

Segundo o senador Rand Paul, em declarações à rede "MSNBC", a atuação dos agentes da Polícia do Capitólio foi crucial para conter autor da ação e para que não acontecesse "um massacre".

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, comentou em seu perfil no Twitter que tanto o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que hoje completa 71 anos, quanto seu vice, Mike Pence, estavam cientes do caso. Pouco depois, em comunicado divulgado pela Casa Branca, Trump se declarou "profundamente triste pela tragédia".

"O vice-presidente (Mike Pence) e eu estamos a par do incidente com tiros na Virgínia e acompanhando de perto os eventos. Os nossos pensamentos e orações estão com os membros do Congresso, sua equipe, a Polícia do Capitólio, os serviços de emergências e todos os demais afetados", disse Trump.

No Twitter, o presidente escreveu depois que Scalise é "um verdadeiro amigo e patriota" que resultou "gravemente ferido", mas que irá "se recuperar completamente".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos