Bangladesh segue com tarefas de resgate enquanto número de mortos chega a 148

Daca, 14 jun (EFE).- As autoridades de Bangladesh seguem com as tarefas de resgate nos distritos afetados pelas fortes chuvas e deslizamentos de terra no sudeste do país, enquanto o número de mortos já chega a 148 e o de feridos a 70, de acordo com diversas fontes oficiais.

O distrito mais afetado é o de Rangamati, com 104 mortos; enquanto em Chittagong 35 pessoas morreram; em Bandarban seis; em Cox's Bazar duas e em Khagrachari uma, segundo informou à Agência Efe o diretor-geral do Departamento de Gestão de Desastres (DMD), Reaz Ahmed.

Com a diminuição das chuvas, Ahmed explicou que houve um aumentou do dispositivo de resgate com membros do Exército, Polícia, bombeiros, Crescente Vermelho e funcionários locais que estão chegando em todas as zonas afetadas.

Ahmed apontou que até o momento 4.484 pessoas foram evacuadas a 42 refúgios do Governo em três distritos.

Além disos, foram habilitados fundos num total de US$ 62,5 mil, mais de 300 toneladas de arroz, entre outras coisas.

Rangamati segue sendo a área mais afetada.

O secretário do Ministério de Gestão de Desastres, Shah Kamal, indicou à Efe que foram tomadas diferentes medidas nesse distrito para restabelecer a conexão elétrica, enquanto estão sendo utilizados geradores para dar cobertura aos hospitais.

"Reconstruiremos as casas que foram danificadas, o Exército nos ajudará neste trabalho", disse.

Por sua vez, o diretor do escritório de comunicação do Exército, o tenente-coronel Rashidul Hasan, indicou à Efe que vários batalhões, cujo número não precisou, se somaram às tarefas de resgate nas zonas montanhosas.

As chuvas começaram há quatro dias, mas se intensificaram entre terça-feira e quarta-feira chegando a ocorrer precipitações de 343 milímetros de água em 24 horas em Rangamati.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos