Incêndio em torre residencial de Londres deixa vários mortos e 50 feridos

Londres, 14 jun (EFE).- O incêndio da torre residencial Grenfell de 27 andares em Londres deixou nesta quarta-feira "vários mortos" e pelo menos 50 feridos, e a causa do fogo ainda é desconhecida, confirmou a responsável dos serviços de bombeiros da capital, Dany Cotton.

Em declaração à imprensa, Cotton não pôde dizer ainda o número exato de mortos em consequência do incêndio, de enormes dimensões, que começou às 0h15 (horário local, 21h15 de terça-feira em Brasília) na torre Grenfell, entre o bairro de Kensington e Notting Hill.

"Trata-se de um incidente sem precedentes. Nos meus 29 anos como bombeiro, nunca vi nada desta magnitude", afirmou Cotton sobre o acidente, em que trabalham agora cerca de 200 bombeiros com o uso de 40 caminhões.

O serviço de ambulâncias confirmou que pelo menos 50 pessoas ficaram feridas e tiveram que ser levadas a cinco hospitais da capital britânica.

Segundo disse para a imprensa local o líder do distrito de Kensington e Chelsea, Nick Paget-Brown, no momento em que começou o incêndio, no edifício haveria "centenas de pessoas", se bem que esse número ainda não foi confirmado pelas autoridades.

Pelo menos 20 ambulâncias foram enviadas às imediações do imóvel, que foi isolado, e que conta com 120 apartamentos nos quais se estima viviam cerca de 500 pessoas, muitas delas famílias jovens.

A Polícia Metropolitana de Londres (MET) escreveu em sua conta do Twitter que "várias pessoas" estão sendo atendidas devido a ferimentos de diversa gravidade e inalação de fumaça, ao mesmo tempo que se tenta resgatar as que ainda continuam dentro da torre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos