Donald Trump elogia visão transatlântica de Helmut Kohl

Washington, 16 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ofereceu nesta sexta-feira condolências ao povo alemão pela morte do ex-chanceler da República Federal Alemã, Helmut Kohl, e louvou sua visão transatlântica.

"Kohl foi um amigo e aliado dos Estados Unidos durante sua liderança da República Federal da Alemanha por 16 anos", disse Trump, em um comunicado emitido pela Casa Branca.

"(Kohl) não foi apenas o pai da reunificação alemã, mas também foi um promotor da Europa e da relação transatlântica. O mundo se beneficiou de sua visão e esforços. Seu legado persistirá", afirmou o presidente americano.

Donald Trump ofereceu as condolências em nome do povo americano aos alemães pela perda de uma figura tão relevante na história da reunificação do país.

Kohl, chanceler entre 1982 e 1998, morreu hoje aos 87 anos na sua casa de Ludwigshafen (sudoeste da Alemanha), após quase uma década longe da vida pública, informou seu partido, a União Democrata-cristã (CDU).

Ele foi o ministro das Relações Exteriores da Alemanha Federal a partir de 1982, e se manteve no cargo na Alemanha reunificada, de 1990 até o ano de 1998.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos