EI assume autoria de atentado contra mesquita xiita no Afeganistão

Cairo, 16 jun (EFE).- O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu nesta sexta-feira a autoria do atentado terrorista cometido ontem, quinta-feira, contra uma mesquita xiita na capital do Afeganistão, no qual morreram pelo menos seis pessoas.

Em um comunicado divulgado através do aplicativo Telegram e cuja autenticidade não pôde ser verificada, o grupo terrorista assegurou que o ataque foi lançado por um "inguimasi" (combatente de elite do EI) munido de uma pistola e um cinturão com explosivos, contra um templo dos "apóstatas" xiitas.

A polícia de Cabul disse ontem à Agência Efe que um terrorista suicida detonou os explosivos que carregava em seu corpo por volta das 20h55 locais (13h25 de Brasília) na cozinha da mesquita Al Zahra, no oeste da capital afegã, após uma troca de tiros com a polícia que fazia a segurança do local.

O EI, que identificou o agressor como Abu Aisha al Kharastani, elevou o número de mortos para 17.

Segundo a versão oficial, as forças de segurança impediram a passagem de dois insurgentes que pretendiam entrar na mesquita para detonar seus explosivos entre os fiéis, o que levou a uma troca de tiros e os dois acabaram se refugiando na cozinha.

"Em 15 minutos, um agressor foi abatido pela polícia e o segundo detonou seus explosivos na cozinha", contou o porta-voz da polícia da capital afegã Basir Mujahid.

A fonte indicou que um policial, três civis e os dois agressores morreram no ataque, no qual oito pessoas também ficaram feridas, metade deles agentes e os outros fiéis.

O comunicado do grupo jihadista, no entanto, não menciona a presença de um segundo agressor.

A capital afegã sofreu no dia 31 de maio o pior atentado desde a invasão dos Estados Unidos em 2001, com a detonação de um caminhão lotado com explosivos que deixou 150 mortos e mais de 300 feridos na entrada do distrito de alta segurança de Cabul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos