Prefeito de Londres pede que May explique como ajudará afetados do incêndio

Londres, 16 jun (EFE). - O prefeito de Londres, Sadiq Khan, pediu nesta sexta-feira à primeira-ministra britânica, Theresa May, que exponha como ajudará as pessoas afetadas no incêndio do prédio residencial da capital, onde pelo menos 30 pessoas morreram, o que é "um assunto de urgência".

Em carta aberta dirigida à chefe do Executivo, o trabalhista destaca o "descontentamento" dos moradores de North Kensington, ao oeste da capital, onde um edifício de 24 andares e 120 apartamentos queimou na madrugada da última quarta-feira. As razões do incêndio ainda não foram esclarecidas.

"Ontem, passei várias horas falando com os moradores das imediações da Grenfell Tower. Foram conversas difíceis, com uma comunidade muito unida que, compreensivelmente, está destroçada, frustrada e cada vez mais irritada", indica Khan à líder conservadora.

Segundo o prefeito, essa população "sente que o governo e as autoridades não fizeram o suficiente para ajudá-la após o horrível incidente nem para proporcionar respostas às perguntas cada vez mais urgentes".

O político aponta que na sua visita ao local, onde os bombeiros continuam trabalhando, ele "prometeu" a essas pessoas que "lutaria para conseguir o apoio e as respostas que merecem com a maior rapidez" e por isso pede a May que "exponha as medidas" que o governo "adotará, como assunto prioritário", para respaldar os afetados.

De acordo com ele, "a magnitude da tragédia está sendo, claramente, muito grande para o governo local, sozinho, tomar a frente".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos