Guarda costeira da Líbia resgata 906 imigrantes à deriva no Mediterrâneo

Trípoli, 17 jun (EFE).- Guarda costeira da Líbia recuperou, neste sábado, 906 pessoas que viajavam em cinco botes insufláveis, com a intenção de alcançar as costas da Europa, de acordo com informações do coronel Ayub Kasem, porta-voz da Marinha líbia.

Segundo seu relato, as embarcações foram detectadas de madrugada a cerca de 7 milhas do norte da cidade de Sabrata (Líbia) e nela navegavam, amontoados, migrantes procedentes de países da África Subsaariana, Egito, Marrocos, a própria Líbia, Paquistão e Bangladesh, acrescentou.

"Os imigrantes foram transferidos para uma refinaria próxima onde receberam os primeiros socorros. Depois, foram levados para o centro de recepção de imigrantes Victoria. Entre eles havia 25 crianças e 98 mulheres, sete delas grávidas", disse.

As praias que se estendem entre Trípoli e a fronteira com a Tunísia tornaram-se nos últimos dois anos o principal reduto das máfias que traficam seres humanos, apesar da presença de barcos de patrulha europeus.

Há uma semana, guardas líbios informaram do resgate de 185 pessoas nesta área, que navegavam à deriva, perto de Sabrata.

Segundo dados desta Organização Internacional das Migrações (OIM), mais de 13 mil imigrantes irregulares conseguiram atrevassar para a Europa neste ano, enquanto que mais de 275 desapareceram no mar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos