"Timochenko" diz que atentado de Bogotá quer obstruir a paz

Bogotá, 17 jun (EFE).- O chefe máximo das FARC, Rodrigo Londoño Echeverri, conhecido como "Timochenko", disse neste sábado que o atentado em um shopping de Bogotá que deixou três mulheres mortas, entre elas uma cidadã francesa, só pode vir de setores que querem obstruir o caminho para a paz.

"Solidariedade com as vítimas de hoje em Bogotá. Tal ato só pode vir de quem quer fechar os caminhos da paz e da reconciliação", escreveu "Timochenko" no Twitter.

O Shopping Andino, situado na chamada "zona rosa" de Bogotá, onde há várias lojas, restaurantes e locais de diversão, foi sacudido por uma explosão em um dos banheiros femininos situados no segundo andar.

O ataque, que também deixou nove pessoas feridas, aconteceu na véspera do Dia dos Pais na Colômbia, para cuja comemoração as lojas se somaram à campanha "Bogotá Desperta", por meio da qual estenderam até a meia-noite seu atendimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos