Alemanha condena "ato de ódio" contra mesquita em Londres

Berlim, 19 jun (EFE).- O governo da Alemanha condenou nesta segunda-feira, "da maneira mais enérgica", o ataque contra a mesquita de Finsbury Park, em Londres, no Reino Unido, no qual um motorista lançou seu veículo contra as pessoas que saíam do templo e deixou um morto e dez feridos, dois deles em estado grave.

Em sua coletiva de imprensa habitual, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Steffen Seibert, assinalou que "as autoridades britânicas estão investigando o ocorrido e é muito cedo para tirar conclusões definitivas, mas tudo indica que se trata de um ato de ódio cego que deveria ser incluído na onda de atos terroristas das últimas semanas".

"O governo alemão condena o ataque da maneira mais energética. Agora, pensamos nos feridos, na vítima mortal e em sua família, a quem oferecemos nossas condolências", acrescentou o porta-voz.

A Scotland Yard, a Polícia Metropolitana de Londres (Met), confirmou hoje que todas as vítimas do ataque pertenciam à comunidade muçulmana.

Os agentes estão interrogando agora o único detido, o motorista do veículo, de 48 anos, que foi imobilizado e rendido pela multidão no local do incidente e entregue à polícia em seguida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos