Arábia Saudita anuncia prisão de 3 membros da Guarda Revolucionária do Irã

Riad, 19 jun (EFE).- O Ministério de Informação da Arábia Saudita anunciou nesta segunda-feira a prisão de três membros da Guarda Revolucionária do Irã na última sexta-feira a bordo de um navio cheio de explosivos no Golfo Pérsico, mas Teerã desmentiu a captura.

Em comunicado, a Arábia Saudita disse que barcos de sua Marinha entraram em confronto com três navios que tentavam se aproximar da jazida de petróleo de Morgan, no Golfo Pérsico, e conseguiram apreender uma das embarcações após o combate.

"O objetivo desses navios era fazer uma operação terrorista nas águas do reino (saudita)", destacou o país na nota, informando que os três detidos agora estão sendo investigados.

O encarregado de Assuntos Fronteiriços do Ministério do Interior do Irã, Mayid Agababie, disse à agência "Ilna" que as informações são falsas. Os presos seriam pescadores, não membros da guarda.

Agababie indicou que os detidos são pescadores do porto de Bushehr, no sul do Irã, e que foram presos enquanto trabalhavam.

Segundo as autoridades da República Islâmica, há dois dias, dois barcos pesqueiros iranianos se aproximaram das águas sauditas devido às fortes ondas e foram atacados pela Guarda Costeira. Um dos pescadores teria morrido no ataque.

Irã e Arábia Saudita cortaram suas relações diplomáticas em janeiro de 2016 e apoiam grupos rivais nos conflitos da Síria e do Iêmen. Os dois países se acusam mutualmente de apoiar o terrorismo. EFE

sa/lvl

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos