ESPECIAL IMIGRAÇÃO

A Agência Efe e outros nove membros do consórcio Minds International de agências de notícias de todo o mundo realizaram uma investigação jornalística sobre o tráfico de imigrantes em todo o mundo.

Por esta ocasião, a Efe transmitirá a seguir uma série especial de matérias com os seguintes conteúdos:.



MINDS - Redação Central - Agências de notícias de dez países, entre elas a Efe, trabalharam em conjunto para um projeto mundial de investigação sobre o tráfico de migrantes, um negócio multimilionário que não deixa de crescer com fluxo de seres humanos que escapam de países em guerra ou condenados ao subdesenvolvimento.



FRONTEIRAS - Redação Central - A maioria dos migrantes, tanto os por razões econômicas como os potenciais refugiados, acabou nas redes do tráfico ilegal para chegar aos países ricos e seguros do mundo, que cada vez mais recorrem à "externalização" das fronteiras como solução para conter esse fluxo de pessoas.



FRONTEIRAS BLINDADAS - Redação Central - Muros, valas, patrulhas militares nos mares, devoluções "imediatas" são algumas das proteções adotadas pelo mundo desenvolvido contra o fluxo ilegal de migrantes.



NEGÓCIO - Redação Central - O tráfico de imigrantes movimenta por ano cerca de US$ 10 bilhões, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM).



AMÉRICAS.

--------.

AMÉRICA CENTRAL - Cidade do Panamá/Cidade do México - Centenas de milhares de pessoas cruzam a América Central todo ano com a esperança de entrar nos Estados Unidos, na sua maioria imigrantes que fogem da violência e da pobreza no Triângulo Norte e, mais recentemente, vindos de outros continentes e áreas em conflito como Síria e Eritreia.



MIGRANTE - San Salvador - A família inteira de Horacio abandonou El Salvador em 2016 após receber ameaças de morte das "maras", como são conhecidas as gangues locais, e iniciou uma viagem que lhes levou aos Estados Unidos pela rota mais perigosa, a do rio Bravo, na qual uma pulseira e uma chave eram seu escudo contra os traficantes.



TRAFICANTE - San Salvador - Um "coiote" faz um trabalho honesto e social, parecido com o de uma ONG, mas cobrando dinheiro por ser um empresário: essa é a descrição de Mario (nome fictício), um salvadorenho de 32 anos, que há quatro anos se dedica ao tráfico ilegal de imigrantes de El Salvador para os Estados Unidos.



ROTAS - Amatlán de los Reyes (México) - "Deixe que ela te alcance, não tente alcançá-la". Quando "La Bestia" surge entre a vegetação, com seu estrondoso apito, o aumento da adrenalina não pode atrapalhar o procedimento, em que os segundos são preciosos. Um erro pode ser mortal.



DESAPARECIDOS - Washington - A fronteira entre México e Estados Unidos é a mais mortífera do continente americano, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM). Lá foram registradas 6.951 mortes entre 1998 e 2016.



CUBANOS - Bogotá/Caracas - Quando o médico cubano Yosvani Bofill, de 26 anos, chegou a Caracas para participar das missões médicas, só tinha uma ideia na cabeça: desertar e chegar a Bogotá para ser acolhido pelo programa de vistos que os Estados Unidos tinha para seus compatriotas da área da saúde.



EUA - Washington - O muro na fronteira com o México e os obstáculos impostos aos imigrantes por Donald Trump tiveram um efeito imediato na fronteira: nos primeiros três meses do seu mandato, o número de detidos pela Patrulha de Fronteiras dos Estados Unidos caiu a níveis mínimos.



EUROPA.

------.



MEDITERRÂNEO - Agadez (Níger)/Istambul - Guerras, pobreza, violência, perseguição, muitas são as causas que levam dezenas de milhares de pessoas a deixar seus lares no Oriente Médio e na África para, cruzando o Mediterrâneo, obter uma maior segurança na Europa.



LIBIA - Túnis/Trípoli - Na Líbia, país no qual o contrabando foi o modo de vida de famílias e tribos inteiras durante gerações, cerca de 700 mil imigrantes esperam sua oportunidade de chegar à Europa, muitos deles nas mãos de grupos armados que os submetem a condições subumanas inimagináveis.



ITÁLIA - Palermo - Um naufrágio perto do litoral da Itália em outubro de 2013 levou um promotor antimáfia siciliano a compreender que por trás dele estava uma rede de tráfico de imigrantes cujo chefe é um etíope o qual ele ainda não conseguiu prender.



REFUGIADOS - Lisboa - Uma parte dos refugiados reassentados em Portugal em virtude do sistema de repartição por cotas estipuladas pela União Europeia preferiam se mudar para outros destinos, levados pelo desejo de estar perto de pessoas que compartilham da mesma cultura.



REDES SOCIAIS - Bruxelas - As máfias que traficam imigrantes descobriram nas redes sociais, em particular no Facebook, um nicho ideal para fazer propaganda de seus serviços e obter novos clientes, uma tendência que se consolidou em 2016 e que causa muita dor de cabeça para as autoridades da Europa.



CAYUCOS - Las Palmas de Gran Canaria - Quase uma década antes de a morte de 368 pessoas em um só naufrágio em Lampedusa, na Itália, sacudir as consciências sobre o drama da imigração no Mediterrâneo, as espanholas ilhas Canárias, outra fronteira sul da Europa sofrearam um desafio similar.



UE - Redação Central - Sofisticados navios de guerra, aviões e helicópteros da União Europeia (UE) rastreiam a parte central do Mar Mediterrâneo para combater máfias que transportam imigrantes em pequenos botes de borracha e os largam à própria sorte logo depois de cruzar as águas da Líbia, onde os europeus não podem entrar.



ÁUSTRIA - Viena - O ministro das Relações Exteriores da Áustria, Sebastian Kurz, planeja fechar a rota de emigração mais mortífera do mundo com um plano para levar os imigrantes resgatados no Mediterrâneo a campos na Tunísia e no Egito.



ÁSIA/OCEANIA.

------------.



ÁSIA - Jacarta/Daca - A corrupção e a porosidade das fronteiras alimentam a imigração ilegal, majoritariamente econômica, no sudeste da Ásia, onde as redes movimentam também pessoas que fogem de conflitos como o do Afeganistão ou de perseguições como a do povo rohingya, em Myanmar.



AUSTRÁLIA - Sydney - Devido à chegada de mais de 20 mil imigrantes irregulares através de embarcações em seu litoral em 2013, o governo da Austrália implementou uma polêmica política militarizada contra esse tráfico que literalmente acabou com essas tentativas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos