Premiê britânica diz que atropelamento pode ter sido "ataque terrorista"

Londres, 19 jun (EFE).- A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse nesta segunda-feira que a Polícia trata o incidente, em que um veículo atropelou fiéis perto de uma mesquita em Londres, como possível "ataque terrorista".

Segundo informou a residência oficial de Downing Street, a chefe do Governo vai presidir hoje uma reunião do Comitê de Emergência, integrado pelos principais ministros e representantes das forças da ordem, para tratar sobre o incidente.

May qualificou de "terrível" o incidente ocorrido perto da mesquita de Finsbury Park, uma das mais importantes do Reino Unido, e expressou sua solidariedade às vítimas e a suas famílias.

A Polícia Metropolitana de Londres (MET) confirmou a morte de uma pessoa no atropelamento e que oito foram hospitalizadas.

Em comunicado, a Polícia informou que, depois que uma caminhonete atropelou as pessoas, um homem de 48 anos, cuja identidade não foi divulgada, foi detido no local do incidente, após ser parado pela multidão.

Além disso, o órgão informou que a unidade antiterrorista da Polícia participa da investigação do incidente.

Se for confirmado que é um atentado, se trataria do quarto em apenas três meses, após o de março em frente ao Parlamento, o de maio passado na Manchester Arena e o recente na London Bridge.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos