Quase 2.000 bombeiros combatem incêndio no centro de Portugal

Lisboa, 19 jun (EFE).- Quase 2.000 bombeiros continuam nesta segunda-feira lutando contra o fogo no centro Portugal, em um incêndio que já causou 62 mortes, segundo os últimos números da Defesa Civil do país.

Foi impossível controlar durante a noite o fogo, que afeta os distritos de Leiria - onde começou o incêndio no sábado e onde se concentram mais meios de combate -, Coimbra e Castelo Branco, todos no centro do país.

Os últimos dados oficiais atualizaram para 62 o número de mortos e 62 o de feridos, dois dos quais permanecem em estado grave.

Espera-se que ao longo da manhã cheguem mais dois aviões procedentes da Espanha e meios da França para controlar a situação.

A causa mais provável do incêndio foi a queda de um raio em uma árvore, segundo disseram fontes da Polícia Judicial à Efe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos