Explosão em estação belga ocorreu após disparos contra suspeito

Bruxelas, 20 jun (EFE).- A explosão ocorrida na noite desta terça-feira na estação central de trens de Bruxelas aconteceu depois que foram efetuados disparos contra um indivíduo que carregava um pacote, informaram fontes policiais.

Segundo a delegacia de polícia da área de Bruxelas, foram os militares que patrulham a estação central que efetuaram ditos disparos, sem informar até o momento o estado de saúde de dito indivíduo.

A polícia indicou que não há relatos de feridos após a explosão, que provocou uma fuga precipitada, o que acarretou também a evacuação da estação vizinha Grand Place.

O tráfego ferroviário também foi interrompido, bem como as linhas de metrô.

O primeiro-ministro belga, Charles Michel, e o ministro do Interior, Jan Jambon, seguem de perto a situação e estabeleceram um centro de crise, indicou o porta-voz do premiê, Frédéric Cauderlier.

Segundo informou o centro de crise belga, a situação está "sob controle".

Segundo a polícia da área de Bruxelas, o incidente ocorreu nas escadarias do hall principal da estação central da capital belga. EFE

cm/rsd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos