Forças iraquianas matam 12 supostos terroristas do EI ao norte de Bagdá

Bagdá, 20 jun (EFE).- As forças de segurança do Iraque mataram 12 supostos terroristas suicidas do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) em uma operação na província de Saladino, ao norte de Bagdá, informou nesta terça-feira à Agência Efe uma fonte militar.

A operação aconteceu no povoado de Al Salam, 30 quilômetros ao norte da cidade de Tikrit, capital da província de Saladino, segundo informações da Inteligência iraquiana, explicou a fonte.

A mesma fonte acrescentou que os 12 terroristas suicidas, que usavam coletes de explosivos, se infiltraram na periferia desse povoado abandonado para tentar entrar nas cidades de Saladino, com a intenção de realizar "atos terroristas" contra as forças de segurança e os civis em mercados e estradas.

A fonte disse que foram adotadas "medidas adicionais" de segurança após o incidente, especialmente nas áreas ocidentais adjacentes à província da Al Anbar e à zona de Al Sharquiya, fronteiriça com as províncias de Diala e Kirkuk, palco de combates do EI.

As forças iraquianas recuperaram Tikrit há dois anos, em março de 2015, no início da campanha para arrebatar dos terroristas os territórios que conquistaram em 2014 e nos quais proclamaram um "califado".

A ofensiva das forças iraquianas se centra atualmente na cidade de Mossul, no norte do país, a cidade mais povoada que esteve sob o controle dos radicais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos