Morre suposto terrorista que causou explosão na estação central de Bruxelas

Bruxelas, 20 jun (EFE).- O suposto terrorista neutralizado nesta terça-feira pela polícia da Bélgica na estação central de trens de Bruxelas morreu, informou o Ministério Público do país, que não revelou sua identidade.

O suspeito não resistiu aos ferimentos e morreu após ser neutralizado por militares que estavam no local, segundo a agência de notícias estatal belga e a rede de televisão pública "RTBF".

O Ministério Público confirmou que trata o incidente como um "atentado terrorista" e que a detonação, de baixa intensidade, não deixou feridos.

Segundo um policial e várias testemunhas citados pela agência de notícias estatal belga, o suposto terrorista gritou "Alá é grande" antes da explosão, e usava um colete de explosivos.

Alguns veículos de imprensa do país, como a rede pública de rádio e televisão "RTBF" disseram, citando fontes policiais, que agentes buscavam outros dois suspeitos.

O órgão de coordenação para a análise de ameaças (OCAM), que integra o Ministério do Interior, decidiu manter o nível de ameaça terrorista no nível 3 de 4 possíveis após o incidente.

Este nível de alerta é aplicado desde novembro de 2015 na Bélgica e indica que um atentado é "possível e provável".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos