Peña Nieto convida ao diálogo na abertura da 47ª Assembleia Geral da OEA

Cancún (México), 19 jun (EFE).- O presidente do México, Enrique Peña Nieto, inaugurou na segunda-feira, a 47ª Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), que será realizada em Cancún, até a próxima quarta-feira.

"Estou confiante de que esta Assembleia Geral vai conseguir resultados transcendentes em cada um destes temas, a partir de um diálogo construtivo, respeito mútuo e colaboração estreita", disse.

A inauguração do evento anual mais importante da OEA começou com atraso, após um dia marcado pela falta de consenso dos chanceleres dos países membros em torno de uma declaração conjunta sobre a crise na Venezuela.

A lema oficial da Assembleia é "Fortalecendo o diálogo e a concertação para a prosperidade", onde vai ocorreu uma série de diálogos, em que temas como a migração e os direitos dos povos indígenas serão abordados.

No entanto, a questão central que protagonizou o primeiro dia foi a posição da região em torno da Venezuela.

O país sul-americano, apesar de anunciar sua saída da OEA em abril - que não se fará efetiva em 2019 - tem uma importante representação oficial nesta reunião anual da OEA.

O ministro das Relações Exteriores do México, Luis Videgaray Caso, destacou ser uma "grande alegria" para o país sediar pela "primeira vez" a Assembleia Geral da OEA.

Nesta terça, acontecerá a primeira plenária, onde a Bolívia apresentará o relatório da sua presidência da Assembleia Geral e será eleito o país que vai sucedê-lo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos